PPCI - Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio

Atualizado: 13 de Nov de 2018

Em 2013 aconteceu a maior tragédia envolvendo fogo no país: o caso da Boate Kiss. Entretanto, não foi só o fogo o responsável pelas inúmeras mortes. A falta de iluminação de emergência, extintores, ventilação adequada e a obstrução da rota de saída com certeza também foram causadores de ferimentos e sequelas na saúde das vítimas sobreviventes devido a inalação de fumaça.




Como essa situação não é restrita a casas de shows, qualquer lugar, até mesmo o seu condomínio, infelizmente, também está sujeito a ter que lidar com um incêndio – e casos em edifícios residenciais são bastante frequentes.



Uma das tarefas do síndico é se certificar de que o condomínio está seguro contra incêndios. E o primeiro passo para isso é verificar se todos os equipamentos de combate ao fogo estejam em condições para uso. E se não estão, é dever do síndico providenciar a criação de um PPCI para o condomínio.



O que é o PPCI?


É o Plano de Prevenção a Incêndios. O PPCI é um processo que contém os elementos formais, que todas as edificações devem encaminhar ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul, conforme orientações do referido órgão.

Mesmo os Condomínios, devem ter PPCI, pois possuem diversas unidades autônomas, sejam comerciais ou residências, com grupos distintos vivendo em uma mesma edificação.

Qual a importância de implantar o PPCI?


- Preservar e proteger a vida dos ocupantes das edificações e áreas de risco, em caso de incêndio;

- Dificultar a propagação do incêndio, preservando a vida, reduzindo danos ao meio ambiente e ao patrimônio;

- Proporcionar meios de controle e extinção do incêndio;

- Proporcionar a continuidade dos serviços nas edificações e áreas de risco de incêndio.


O PPCI não vai evitar todos os riscos, mas pode auxiliar em um primeiro combate para que um princípio de incêndio não se transforme em catástrofe. Manter os equipamentos de combate a incêndio em boas condições, e também, por exemplo, escadas com corrimões contínuos em ambos os lados, degraus com piso antiderrapante, fazem toda a diferença quando ocorre um sinistro.

Todos os documentos solicitados devem ser reunidos em uma pasta para apreciação do Corpo de Bombeiros. A validade do PPCI é de 5 anos para edificações onde aconteçam reunião de público. Entretanto, para festas, bares, casas noturnas, entre outros a validade é de 3 anos.


O que pode acontecer se meu PPCI não estiver atualizado?


- O seguro do seu condomínio poderá não ser renovado;

- Em caso de sinistro envolvendo incêndio, o seguro do seu condomínio poderá se negar a cobrir os prejuízos;

- Estabelecimentos comerciais instalados na edificação poderão ter a renovação de alvará negada, consequentemente, há risco de interdição do local;

- Alguns bancos não aceitam financiamentos de apartamentos em que o edifício está com o PPCI vencido ou desatualizado, logo, o proprietário ficará impedido de concretizar a venda do imóvel;

- Os itens de segurança poderão apresentar mau funcionamento ou deterioração, dificultando o combate a um princípio de incêndio e colocando em risco a vida dos moradores e a estrutura da construção;

- O condomínio poderá receber multa dos bombeiros com prazo para regularização.


Se você é condômino, membro do Conselho de Administração, zelador, porteiro, por favor, questione o síndico do seu condomínio ou a administradora condominial sobre a regularização do PPCI do local em que você mora ou trabalha.

Entre em contato conosco para um orçamento. Podemos organizar todo o PPCI. Invista seu tempo na sua segurança. Ligue já para 51- 999 83 77 66 e garanta a sua vida e das pessoas que você ama.

Forte abraço,

equipe EPAM.

0 visualização
VISITE:

Rua Açores, 68

Porto Alegre

CEP 91030-340

LIGUE:

(51) 99983-7766 ou (51) 32399840

E-MAIL:
SIGA:
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Facebook Icon